Ronald Kapaz

el

DISEÑO GRÁFICO, BRANDING // BRAZIL

www.ozdesign.com.br

Twitter // Video1 // Video2 // Video3

¿Por qué elegiste el diseño como una Carrera en tu vida?
Começei a desenhar, como todas as crianças, aos 4 anos e, ao contrário da maioria delas, nunca mais parei…Do desenho-pulsão, do início de minha carreira (1958) – pura cor, movimento e energia – fui evoluindo e percorrendo as diversas nuances do desenhar: a busca da forma, o controle da mão, a beleza da harmonia, a emoção da cor, a intensidade da luz, a educação do olhar etc…
Cursei arquitetura, achando que minha vocação era desenhar casas, e os diversos encontros com a vida modelaram minha trajetória até transformar-me em Designer Gráfico. Percebi, então, a real complexidade e magia do “desenhar”. Hoje, como designer titular e VP de Estratégia da Oz Estratégia+Design, continuo usando pontos, linhas e planos, e um olhar expandido para desenhar pontos de vista, linhas de raciocínio, planos de ação, conceitos de identidade e visões de mundo.

¿En que medida tu crees que ser un diseñador latinoamericano te distingue y destaca de otros diseñadores en el mundo?
Acho que a latinidade nos presenteia com um olhar mais receptivo ao diferente e ao novo, e com uma sensibilidade dominante, um jeito apaixonado de olhar o mundo, que prevalece sobre a razão e a lógica, com tudo o que isso tem de bom e de ruim.

¿Cómo ves el diseño en tu país?
Estamos lutando há muito tempo, eu há 35 anos, para construir o conhecimento e reconhecimento do Design como uma disciplina estratégica e um território vital para a expressão de nossa identidade, de nossa cultura e de nossos valores. Avançamos muito na qualidade de nosso produto, ganhando muitos prêmios importantes pelo mundo, mas ainda pouco na conscientização de órgãos governamentais sobre o valor de criarmos políticas públicas de incentivo e fomento das indústrias criativas e do design. Mas a luta continua!

¿Cuál es tu fórmula íntima e ideal de trabajo para ser más efectivo al momento de diseñar?
Não há fórmula, e essa é a face mais bela do design. Cada desafio é um desafio novo. O que procuro fazer é refinar sempre meu olhar, minha mente e minha mão para levar a cada projeto, como se fosse uma jam session de jazz, meu melhor para o palco e fazer música boa de se ouvir.

¿Cuáles son los errores más comunes que cometen algunos diseñadores al momento de encarar un proyecto de diseño?
Talvez seja desenhar antes de pensar…mas cada um tem seu jeito de mergulhar no problema e eu mesmo, às vezes, deixo que meu instinto me guie e que minha primeira resposta venha de onde vier, da cabeça ou da mão. Esse diálogo do desenhar com o pensar é que deve ser sempre cultivado. E “erro“ é uma palavra muito forte para tratar estilos pessoais de trabalho. Talvez fosse melhor chamar isso de “cuidados“ a tomar que erros. Mas, ainda assim, cada um tem seu jeito de abordar os desafios e o importante é ver se está funcionando.

¿Qué consejo darías a una persona que está por elegir esta carrera o empezando a trabajar en ella?
Que seja apaixonado por gente e pelo conhecimento, porque o design é linguagem sofisticada, rica de sentidos e possibilidades, e com um poder de emocionar, despertar ideias e afetos no outro e, principalmente, ampliar o mundo percebido. Sempre gosto de lembrar aos jovens designers que o maior desafio profissional deles será o Design do Eu, da sua visão de mundo, porque é ela que vai guiar tudo que ele vier a criar e colocar no mundo, para si e para todos.

Los 5 libros importantes que todo diseñador debe leer:

  • “Humano, demasiadamente humano“ – Nietzsche
  • Qualquer livro do Júlio Cortázar, ou todos. Comece pelo “Bestiário“
  • Qualquer livro do Jorge Luis Borges, ou todos.
  • Conheça Machado de Assis, se você não é Brasileiro.
  • “O herói e o fora da lei“, um clássico sobre estratégia de marcas e arquétipos, es gotado por aqui no Brasil, de Margaret Mark e Carl Pearson
  • Fernando Pessoa, poesias.

Las 5 personas que todo diseñador debe conocer:

  • Herb Lubalin
  • Milton Glaser
  • Massimo Vignelli
  • Prince
  • Tom Jobim
  • Lorenzo Shakespear
  • Ronald Shakespear
  • Robert L. Peters

Tu frase motivadora favorita es:
“Se você não sabe pintar, pintura é a coisa mais fácil que existe (é só pegar uma tela, um pincel e tinta e pintar). Mas se você sabe, pintura é praticamente impossível”. 

—Degas

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s