Alex Bigeli

el

DISEÑO DE PRODUCTO, DISEÑO TEXTIL // BRASIL

www.tezbrasil.com

Twitter

¿Por qué elegiste el diseño como una Carrera en tu vida?
O desenho exatamente não foi o que me fez escolher a profissão que escolhi.  O que realmente sempre me identifiquei foi com a possibilidade de poder criar.  Criar em todos os sentidos da palavra.  Poder desenvolver novas idéias e novos conceitos e implementá-los no mundo real.  O desenho veio como consequência do que amo fazer, que é criar.  Então foi algo natural, não tinha uma segunda opção, sempre soube que seria nessa indústria, embora de muito jovem não sabia exatamente em qual área específica, mas tinha certeza do caminho que deveria seguir.

¿En que medida tu crees que ser un diseñador latinoamericano te distingue y destaca de otros diseñadores en el mundo?
Acredito que o design como profissão ainda tem um bom caminho a ser percorrido na América Latina.  Nossas referências como latino americanos sempre vieram de fora, especialmente dos Estados Unidos e da Europa – por muitos e muitos anos e aprendemos que o que é interessante sempre foi aquilo que vinha de fora.  Acredito que cada vez mais estamos olhando para dentro de nossas próprias culturas e nossas raízes e acreditando em seu potencial como máquina inspiradora e por consequência ganhando cada vez mais espaço no mercado internacional pelo diferencial de cultura que possuímos e por sua riqueza.  Em geral, acredito que nós como latino americanos sempre tivemos grandes barreiras dentro de nossos países, especialmente na parte de tecnologias disponíveis para produção de nossos trabalhos, o que nos fez desenvolver métodos utilizando nossa criatividade para a fabricação de nossos produtos e nossos designs.  Acredito que de alguma maneira esse tipo de improvisação nos destaca como um grupo.  A capacidade de desenvolver algo com recursos mais limitados do que alguns outros profissionais em países onde o design já é entendido e apreciado já por muitas outras décadas como por exemplo em países da Europa e América do Norte.

¿Cómo ves el diseño en tu país?
Acredito que o design dentro do Brasil ainda tem que evoluir como profissão.  É certamente um país onde a profissão de designer não é parte latente de nossa cultura como em países como a Itália onde o design já está cravado na cultura como a apreciação ao vinho.  Obviamente mais e mais essas mudanças estão sendo feitas e concretizadas.  O Brasil tem um potencial de crescimento que poderia evoluir de maneira exponente se houvesse mais incentivos para os profissionais da indústria e mesmo estruturas políticas e governamentais mais bem estruturadas para esse tipo de profissão.  Estamos chegando lá, mas ainda um pouco a passos lentos.  Muitos designers ainda trabalham de maneira casual, muitas vezes sem possuir a infraestrutura ou ferramentas necessárias para a execução do trabalho o que muitas vezes dificulta a comunição entre criadores e produtores.  São poucas as ferramentas necessárias para esse tipo de trabalho mas muitas vezes pouco acessíveis em razão dos elevados custos de importação desses produtos, dificultando um pouco a profissionalização de um modo geral.  Em termos de criação e inspiração o Brasil é um país extremamente rico e com possibilidades de inspiração infinitas.

¿Cuál es tu fórmula íntima e ideal de trabajo para ser más efectivo al momento de diseñar?
Independentemente do que estou criando, meu momento de criação deve ser um local onde eu possa criar sem interrupções.  Em termos do processo de criação varia muito de projeto para projeto, mas sempre gosto de estudar o cliente, poder entender suas necessidades específicas para poder proporcionar um produto que comunique-se com o que este cliente busca.  Preciso sempre estar renovando meu perímetro de visão para inspiração, buscando-a em lugares sempre não relacionados com aquilo que estou criando para não haver qualquer tipo de influência externa.  Viajar para mim sempre foi meu ponto de inspiração então busco fazer o mais frequente possível – para qualquer lugar.  Acredito também que inspiração pode vir de todas as coisas e para mim quase sempre vem de experiências e não de objetos.  É algo mais etéreo que tangível.

¿Cuáles son los errores más comunes que cometen algunos diseñadores al momento de encarar un proyecto de diseño?
Acredito que quando se trabalha para um cliente, o primeiro erro seria não entender o briefing de um projeto – caso exista um.  É aí que começam os maiores erros.  Segundo seria não entender quais são as possibilidades em termos de produção que serão utilizadas para a produção da criação.  Não entender quais as capacidades e as limitações de fabricação de um certo produto, afinal tudo que é feito no papel uma hora ou outra deverá ser lançado no mercado como um produto tangível, essa é a meta de qualquer criação.

¿Qué consejo darías a una persona que está por elegir esta carrera o empezando a trabajar en ella?
Nunca parar de estudar, de aprender, de se aperfeiçoar, de buscar novas formas de fazer o trabalho.  Entender novas tecnologías e formas de produção.  É importante também buscar o nicho onde o designer se identifica, acredito que isso dá um foco ao profissional.  Entender um pouco de áreas diversas da qual se atua também é importante para ter um referencial de outras disciplinas dentro da profissão.  Saber que criatividade é algo que todos temos, uns mais do que outros de forma natural, então saber como acender essa chama e manté-la acesa.  Com a internet a informação viaja à todos os cantos então não se pode dizer que não se tem informação, basta buscá-la, pois realmente está na ponta de nossos dedos.  Entender que a criação de um produto muitas vezes é uma parte do que fazemos e que a produção/fabricação e resolução de ajustes é tão importante quanto e em alguns casos quase mais importante dependendo ao que se refere.  Que é uma profissão que está sempre passando por mudanças e manter-se informado é essencial e indispensável.

Los 5 libros importantes que todo diseñador debe leer:
Para mim, todos os livros são importantes.  Durante a Universidade os livros sobre métodos e técnicas são essenciais – todos eles e para todos os futuros profissionais, mas devo dizer que não mantenho nenhum livro de design próximo da cama, o que realmente me inspira são livros focados em temas completamente externos como espiritualidade, natureza e história, mas se tivesse que escolher um tema seria dentro dos tipos e técnicas de produção para o nicho no qual o trabalho do designer é focado.  Nosso período acadêmico é limitado mas o de aprendizado é por todo a vida e deve ser sempre mantido e refinado, seja com qualquer tipo de livro que agregue ao trabalho do profissional.

Las 5 personas que todo diseñador debe conocer:

  • Yayoi Kusama – Principalmente por sua história de vida o que explica seu trabalho tão intrigante.
  • Frida Khalo – Pela expressividade de suas obras que refletem uma vida cheia de dificuldades e é muito pessoal e porque não dizer colorida no contexto lúdico da palavra.
  • Coco Chanel – Por sua história de vida e o impacto de sua pessoa em nossa vida atual – que vai além da marca e dos produtos criados por ela, mas o poder que ela teve em afetar uma mudança de comportamento.
  • Dalida – Artista e cantora, com uma história de vida fenomenal e repleta de tribulações, de uma essência incansável e um trajetória mais que conturbada e com um poder de se recriar como profissional e artista.
  • Oscar Wilde – Criador, escritor, poeta.  Possuía uma visão criativa além do seu tempo além de um comportamento e uma visão extremistas para seu tempo, mas que viveu sua vida como julgava própria mesmo contra as críticas consistentes pela sociedade e período em que viveu.

Tu frase motivadora favorita es:

“Do unto others as you would have them do unto you”

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s